Dezembro de 2007, um novo desafio é lançado para mim, que logo em seguida foi estendido para o maior de todos os meus companheiros, meu PAI, Silvio Ivo, a construção de um triciclo. A construção de um triciclo parecia algo totalmente impossível para meu PAI, mas o desafio fez a motivação crescer dentro de nós.

O Início do triciclo

Após alguns rabiscos em papéis velhos e amassados, algumas pesquisas mínimas na internet, reunimos as primeiras informações do que seria necessário para construímos.

  • 1 chassis de brasília ou fusca;
  • 1 cambio de brasília ou fusca;
  • 1 eixo traseiro de brasília ou fusca;
  • algumas barras de ferro;

Após fazer uma busca em ferro velhos de São José dos Campos-SP, encontramos, em Taubaté-SP, o que parecia ser ideal para o trabalho. E assim no dia 30 de dezembro de 2007  tínhamos reunido as peças essenciais para o trabalho.

Primeira fase

No dia 1 de janeiro de 2008 começamos o trabalho com o alinhamento do chassi da brasília e do câmbio, que servirão como base para construção do chassis do Trike. Durante a semana dedicávamos aos nossos trabalhos, e aos finais de semana nos encontrávamos para nosso Hobby de pai e filho. Trabalhando aos sábados e domingos, a primeira parte do projeto durou aproximadamente 4 meses, que serviram para a:

  1. Construção da estrutura do chassi;
  2. Construção da estrutura traseira para o motor;
  3. Construção da canote que suporta o rolamento da frente;
  4. Construção do Chassi;
  5. Construção do garfo com o amortecedor dianteiro;
  6. Início da mecânica;

No dia 05 de abril de 2008, conseguimos concluir a primeira parte do projeto, a montagem estrutural. Estávamos prontos para iniciar a montagem mecânica do projeto.

Segunda fase

Em abril de 2008 iniciamos a montagem mecânica, construção do sistema de freios e de transmissão e por último a parte elétrica.

A montagem mecânica não tivemos muitos problemas, apesar de não termos nenhuma experiencia com motores de carro. Utilizado um motor 1.800cc de um Volkswagem Gol a Ar, o mesmo motor do fusca ou brasília, com apenas algumas mudanças na lataria.

O que realmente deu bastante trabalho, foi a construção da alavanca de câmbio, que tivemos que refazer algumas vezes.

Próximo passo elétrica!! Que em um final de semana conseguimos fazer todo chicote e ligamos todos os equipamentos e luzes. Realizada toda a fase de construção, montagem, alinhamento e regulagem em 20 de julho de 2008 estávamos pronto para fase de acabamento, cromagem de peças e pintura.

Após a conclusão da 2ª fase do projeto, estávamos ansiosos para pintura e montagem final do nosso trabalho.

Fase final

Nesta fase contamos com um pintor especializado em pinturas artísticas e para caminhões. Algumas peças foram enviadas para cromagem e a tapeçaria realizada.

No dia 11 de setembro de 2008 recebemos as peças e pudemos iniciar a montagem final. E para nossa felicidade, no dia 14 de setembro de 2008 nosso projeto estava CONCLUÍDO!!! 🙂

O desenvolvimento e a construção demoraram quase 1 ano, a documentação demorou mais de 1 ano para ficar pronta.

O maior orgulho não é ter construído o projeto e sim poder ter trabalhado junto com meu PAI, ao qual dou todo crédito deste projeto. Sem seus conhecimentos, experiência e paciência nada seria possível! PAI, muito obrigado por ajudar a tirar minhas idéias do papel!!!

 

Sobre o Autor

Graduado em Engenharia da Computação pela Universidade do Vale do Paraíba(2006), MBA em Gestão de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas(2010) e Mestrado em Engenharia e Tecnologias Espaciais na área de Engenharia e Gerenciamento de Sistemas Espaciais pelo INPE(2013). Possuí experiência na área de Ciência da Computação e Engenharia da Computação, com ênfase em Engenharia de Software, Sistemas bancos de dados e automação.
É um grande apaixonado por tecnologia e assuntos relacionados.

54 Respostas

  1. Paulo

    Ola ficou lindo seu triciclo, estou com projeto em mente de um triciclo, e gostaria de saber qual tipo de ferragem você utilizou para a estrutura do chassi, e qual tipo de solda você utilizou mig ou tig… grato?!

    Responder
    • André Ivo

      Boa tarde Paulo,

      tudo bem?
      Sobre a ferragem, utilizamos ferro normal, 40×40 para a estrutura do chassi e tubos de 2″.
      Todo a solda foi realizada na elétrica, pois a mig e tig não aguentam esforço.

      Abraço
      André Ivo

      Responder
  2. Matheus

    Parabéns ficou lindo seu traike.. Sou motociclista e quero montar um traike..quanto gastou no seu? Para eu ter base..
    Se possível me manda um zap para conversar ..14 996604822
    Tenho uma moto 1200 CC vou ver se vendo para fazer o traike

    Responder
  3. carlos roberto

    Andre Parabéns belo brinquedo,vc precisou mexer na parte de baixo do tanque para encaixar ? abços.

    Responder
  4. Ronaldo

    Bom dia André!
    Parabéns seu triciclo ficou lido! Eu comprei uma brasilia com a ideia de motar um triciclo e gostei muito do seu projeto! Tudo de bom para você.

    Responder
  5. DARLEY

    Boa noite André, gostaria de saber como foi feita a questão de documentacao de seu triciclo estou com a intenção de construir um mais não conheço a legislação vigente no Detran ! E seu projeto ficou muito bonito parabéns pelo triciclo!

    Responder
    • André Ivo

      Bom dia Darley,

      eu não sei como está hoje em dia, mas quando eu fiz foi tudo tranquilo.
      Fui até um despachante da minha região e ele agilizou tudo para mim.
      Fiz as vistorias necessárias, depois alterações necessárias solicitadas na vistoria, e por ultimo vistoria denovo. rsrs
      Demorou mas saiu.
      Você precisa de um bom despachante.

      Boa sorte.
      Abraço

      Responder
  6. FRANCISCO DE ASSIS DE SOUSA

    Boa tarde André, ficou massa o seu triciclo ficou lindo, você é um engenheiro de mão cheia, parabéns. André, eu tenho uma FALCON de 400 cilindradas, eu quero fazer um triciclo dela, dá certo? Como fazer ?

    Responder
  7. Thiago

    Parabéns pelo projeto amigo ! E direcione os parabéns ao seu pai também ! Estou no início de meu projeto, com chassi de Brasília também, mas vou adaptar motor 1.8 vw.
    Por favor, me tire uma dúvida! Este tanque que utilizou é de qual moto? E o Paralamas? Adaptou ou comprou assim? Abraços! E parabéns novamente!

    Responder
  8. Fernando Cesar

    Muito bonito e bem feito seu trike. Parabéns.
    Eu adquiri um recentemente e estou ainda em fase de me acostumar com a máquina, mas noto que a suspensão dianteira é muito leve e com isso, ele fica meio instável, dá medo de acelerar além de 90 km/h. Gostaria de saber como deixar ele mais “firme”. Será que você podia me ajudar com alguma dica sobre suspensões em triciclo?

    Responder
    • André Ivo

      Bom tarde Fernando,

      obrigado pela visita.
      Bom eu diria que a melhor maneira seria aumentar o peso na dianteira. Talvez isso lhe daria uma maior estabilidade.
      Abraço e boa sorte com o novo brinquedo!

      Responder
  9. R.Lopes

    o menino ta show !Andre . estou tentando construir um mais aqui onde moro nao consigo as medidas pois ja tenho o chassis . mais aqui ninguem conseguiu para mim.pois moro no interior de Pernambuco numa cidadesinha chamada Goiana -PE seria possivel voce conseguir pra mim?

    Responder
  10. marco vinicius santana morais

    muito lindo mesmo irmão………….tou querendo fazer o meu .a minha dificuldade só é a dianteira pois aqui não tem um torneiro para fazer as peças da bandeija e a bengala…..mais o restante consigo fazer. poderia me ajudar
    queria saber o seguinte
    1-qual tubo usou para as begalas…..
    2-as medibas das banbeijas ………
    3-medidas das bengalas
    4-que pneu e diateiro vc usou
    5-o tanque de qual moto.

    Responder
    • André Ivo

      Boa tarde Marco,

      eu usei ferro maciço de 4″.
      Essa estratégia foi utilizada para aumentar o peso da dianteira e assim aumentar a estabilidade.
      O aro e o pneu dianteiro são de uma custom, para poder usar o velocimetro corretamente e não ter erros.
      O tanque é de CB 500.

      Abraço
      André Ivo

      Responder
      • gê vitoria

        Olá, legal sua máquina André, gostará de saber qual a bitola do ferro maçiço que vc usou na suspenssão dianteira e vc cromou ele depois de pronto, e a roda dianteira de qual moto custon vc usou parece muito com a da vblade 250 da sandaw mais é a dianteira da sandaw ou vc adaptou a trazeira parece mais grossa, no mais obrigado pela dica

      • André Ivo

        Bom dia Gê,

        Muito obrigado pela visita.
        Desculpe a demora, estive com alguns compromissos particulares por isso demorei para responder.
        Eu utilizei uma bitola de 2 polegadas. A roda dianteira é de uma custom chinesa. Não me lembro o nome. Tentei achar aqui mas não encontrei.
        Você é de onde?
        E você tem razão, ele é mais larga que a vblade.

        Abraço

    • André Ivo

      Bom dia Davison,

      Olha eu não vendo o projeto, porque não tenho. rsrs
      Cada uma das peças foi projetado e construído por mim. E infelizmente tenho pouca documentação sobre.

      Mas eu posso ajudalo. Se estiver em SJC/SP pode me procurar que posso ajudar. inclusive posso vender o meu kit pra vc. rsrs 😉

      Abraço
      André Ivo
      Abraço

      Responder
  11. solimar

    boa tarde Solimar falando ! vc ainda tem o projeto do garfo e da mesa estou com dificuldades nessa parte.desde ja muito obrigado// solimar.garcia707@gmail.com
    atenciosamente rangel de carvalho 1-qual tubo usou para as bengalas….. pode seu de 1/2

    2-as medidas das banbeijas ………
    3-medidas das bengala

    Responder
    • André Ivo

      Bom dia Solimar,

      obrigado pela visita.
      Infelizmente não tenho o projeto.
      O desenvolvimento das peças foram feitas a medida que o projeto seguia.
      Eu mesmo desenvolvi todas as peças.
      No garfo, eu não usei tudo. Eu usei uma peça maciça de aço de 4″, isso para aumentar o peso na dianteira e melhorar a estabilidade do veiculo.
      Pra você ter uma ideia a frente tem que ser levantada com macaco!
      As medidas eu não lembro, mas o que acontece é que o calculo depende do angulo de inclinação que você deseja para o seu trike.
      Isso influência diretamente na dirigibilidade do seu brinquedo, pois muda completamente o dentro de gravidade da maquina.
      Resumidamente, quanto mais inclinado for o garfo, mais cumprido ele deverá ser, o que faz com que o centro de gravidade se desloque cada vez mais para frente, fazendo com que o seu veículo fica mais difícil de dirigir.
      Tudo isso é possível calcular, tem a variável da altura do seu brinquedo, mas de uma forma geral, se pode seguir essas dicas para calcular o tamanho das begalas.

      Abraço
      André Ivo

      Responder
    • André Ivo

      Bom dia Joel,

      obrigado pela visita.
      Infelizmente não tenho o projeto.
      O desenvolvimento das peças foram feitas a medida que o projeto seguia.
      Eu mesmo desenvolvi todas as peças.
      No garfo, eu não usei tudo. Eu usei uma peça maciça de aço de 4″, isso para aumentar o peso na dianteira e melhorar a estabilidade do veiculo.
      Pra você ter uma ideia a frente tem que ser levantada com macaco!
      As medidas eu não lembro, mas o que acontece é que o calculo depende do angulo de inclinação que você deseja para o seu trike.
      Isso influência diretamente na dirigibilidade do seu brinquedo, pois muda completamente o dentro de gravidade da maquina.
      Resumidamente, quanto mais inclinado for o garfo, mais cumprido ele deverá ser, o que faz com que o centro de gravidade se desloque cada vez mais para frente, fazendo com que o seu veículo fica mais difícil de dirigir.
      Tudo isso é possível calcular, tem a variável da altura do seu brinquedo, mas de uma forma geral, se pode seguir essas dicas para calcular o tamanho das begalas.

      Abraço
      André Ivo

      Responder
  12. Thalisson

    Meu nobre ficou muito show, ontem comprei um fusca velho e vou tentar fazer um bem parecido, só que vou colocar um motor de gol 1.6 , gostaria de saber se com esse motor seria uma boa ou melhor um de moto? E A parte da estrutara do chassi qual ferro foi ultilizado? Obrigado pela atenção

    Responder
    • André Ivo

      Bom dia Thalisson,

      obrigado pela visita!
      Olha, eu gosto dos motores Boxer, os famosos de fusca. Apesar de apresentar mais manutenção que outros, eles são simples e vc mesmo pode fazer.
      No meu triciclo eu coloquei o motor do gol 1.6 a ar, ou seja, o mesmo motor do fusca, apenas com a lataria e carenagem diferentes.
      Algumas pessoas colocam os famosos motores AP, ou refrigerado a água, que também funciona muito bem alem de ser muito mais sileciosos.. rsrs
      Mas requerem adaptações, pois esses tipos de motores são feitos para ficar na dianteira do carro, justamente por conta da refrigeração.

      No chassi eu utilizei metalon quadrado, de 80×80 com parede de 5mm se não me engano.
      Se vc for o cara que vai botar a mão na massa, lembre-se, que o processo de soldagem tem que ser bem feito, independente do método.

      Existem 3 métodos principais, Eletrodo Revestido, Mig ou Tig, sem entrar muito em detalhes:
      – Eletrodo Revestido é o mais comum e barato;
      – A Mig tem alta produtividade e boa cobertura e durabilidade, se bem soldada;
      – A Tig (talvez a melhor, pois é usada processos industriais que requerem grande esforço) tem baixa produtividade boa durabilidade mas é muito cara!

      Devemos ter cuidado na indicação da Mig como melhor opção para todos os casos, não devemos nos esquecer que e taxa de resfriamento da Mig é MUITO superior devido a escória, em determinados casos, dependentes principalmente da geometria da peça e tamnho da solda, isso causa resfriamento muito rápido e pode deixar a solda com pouca ductilidade(propriedade que representa o grau de deformação que um material suporta até o momento de sua fratura), o que é muito ruim para um chassi.

      Tambem são raros os bons saoldadores de Mig, o que já não ocorre com o eletrodo, onde é mais fácil encontrar um bom profissional.
      Mig mal soldada é uma das piores coisas que pode haver em um projeto, pois a solda pode até ficar “bonita” mas sem penetração.

      Caso seja escolhido o eletrodo revestido tambem deve se atentar para a liga do eletrodo.

      Abraço
      André Ivo

      Responder
  13. Ricardo

    Parabéns gostei da forma como especificou o passo a passo.
    Ficou top logo estarei me unindo aos meus filhos e iniciando o nosso

    Responder
  14. Gustavo Gomes de Oliveira

    Boa tarde Andre…

    Amigo tenho um sonho muito antigo de construir um triciclo, assim como vocês conseguiram realizar a construção do seu triciclo.

    Me chamo Gustavo Gomes e gostaria de construir o meu com a sua ajuda se possível.

    Um abraço.

    Responder
  15. Douglas Francisco Both

    Bom dia Fera,

    Muito show seu projeto, estou pensando em transformar um passat 88 ap em um triciclo e curti seu projeto.

    Responder
  16. Ricardo Macêdo

    Boa tarde companheiro! Realmente vc foi iluminado neste projeto. eu também estou tentando construir um brinquedo destes, minha grande dificuldade é na parte da suspensão dianteira, mais precisamente na parte de galvanoplastia (cromagem das peças). Percebi que vc confeccionou a sua com tubos e chapas de ferro maciço. Como e onde trabalhou estas peças. Moro em Belém, Estado do Pará, infelizmente aqui na minha região não existem firmas especializadas nesta área. O amigo poderia me dar um luz?

    Responder
    • André Ivo

      Bom dia Ricardo,

      Muito obrigado pela visita.
      Desculpe a demora, estive com alguns compromissos particulares por isso demorei para responder.
      Eu mesmo trabalhei as peças. elas foram feitas todas com materal maciço.
      O trabalho de galvanoplastia, mandei as peças para São Paulo em uma empresa do ramo. Não me lembro o nome.

      Abraço

      Responder
  17. Geraldo Júnior

    Oi Boa tarde empolguei com seu projeto Só uma pergunta a caixa de direção você usou de qual moto ou foi você quem fabricou e a respeito do câmbio de marcha você colocou para passar marcha no pé o manual desde já agradeço.

    Responder
    • André Ivo

      Bom dia Geraldo,

      Muito obrigado pela visita.
      Desculpe a demora, estive com alguns compromissos particulares por isso demorei para responder.
      Eu fiz toda a dianteira em material maciço.
      O câmbio é manual, o mesmo da VW.

      Abraço

      Responder
  18. EVERTON

    Bom dia ..
    Muito bonito seu triciclo
    Estou a muito tempo querendo montar um a partir de um fusca e tenho dúvidas sobre a documentação, eu preciso ir ao Detran antes de desmontar o meu fusca ou somente depois de pronto o triciclo?

    Responder
    • André Ivo

      Bom dia Everton,

      Muito obrigado pela visita.
      Desculpe a demora, estive com alguns compromissos particulares por isso demorei para responder.
      A documentação é sempre muito complicada.
      Estou no interior de SP e por aqui eu solicitei ajuda de um despachante.
      Acho que antes de investir o melhor seria você sim procurar ajuda de profissionais para saber como legalizar seu veículo.

      Abraço

      Responder
  19. gê vitoria

    Olá, em primeiro lugar parabéns pela linda e maravilhosa máquina que vc construiu, isso não é para qualquer um, tem que ser apaixonado mesmo igual a vc, igual agente é senão não faz, depois gostaría de saber de vc começando pela ssuspensão dianteira qual a bitola do tubo que vc usou, quanto ela mede, a roda dianteira é de uma sundown V-blade 250 ou vc usou a roda trazeira da mesma moto, que bitola de pneu vc colocou nela, pois ficou legal dimais, depois quanto vc pagou só para cromar a suspensão dianteira só pra eu ter uma idéia de quanto +- vou gastar, velocimetro de qual vc usou, e suas rodas trazeiras que tala são, os pneus quais e que medidas são seus pneus, a bitola do ferro quadrado que vc usou inclusive inovando um pouco aí e diferenciando dos demais que já vimos por aí, coisa que achei legal, eu sei a medida mais qual espeçura do ferro e quanto mede do eixo até na frente, isso já vai me ajudar muito a fazer minha máquina tambem, se puder me ajudar te agradeço muito, obrigado e fica com Deus.

    Responder
      • gê vitoria

        OLá André, estou no norte de Minas Gerais, perto de Montes Claros, gostei muito da maneira como fez a estrutura do seu trike, e se me permitir gostaria de fazer da mesma maneira e as mesmas medidas dos tubos que vc usou, até a inclinação do garfo que eu não queria que ficasse muito longo vou tentar fazer com a inclinação do seu que acho que fica além de muito legal fica melhor para dirigir e tambem para fazer manobras curtas, estou certo, se não for pedir muito só gostaría de saber as medidas e bitolas dos tubos que vc usou, principalmente a bitola do ferro maçiço que vc usou no garfo como distancia de uma perna da outra do garfo, pra eu saber que tamanho da mesa eu cortar, e tambem a distancia da mesa inferiror para a superior, e a bitola do tubo que fez a caixa de direção, a espeçira eu mesmo olho aqui, o tubo quadrado da estrutura tambem eu já sei qual vou usar e vai ser o mesmo desse daí que me parece 50×50 3,5mm né, e a roda que vc usou na frente me parece a de uma sundouw v-blade 250, ficou show tambem, eu tambem vou colocar uma dessas dái que acho melhor do que de carro soldada igual muita gente faz, a da moto fica melhor, pois é, acho que é só isso mesmo, se puder me ajudar vou ficar muito grato, se quiser me passar pelo zap o meu é 038 99811-1284, curta bem sua máquina que ficou irada mesmo, no mais obrigado e se Deus um dia permitir que agente se encontrasse pelas estradas da vida por ai eu gostaría de ter o prazer de apertar sua mão e de te agradeçer pessoalmente pela presteza e boa vontade, fica com Deus e boa sorte.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.